quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Copa do Brasil: sorteio das semifinais será na quarta-feira (22)

O sorteio do mando de campo dos confrontos da Semifinal da Copa do Brasil 2018 será realizado nesta quarta-feira (22), às 11h, na sede da CBF, conforme prevê o Regulamento Específico da Competição, no seu Artigo 14. Flamengo, Corinthians, Cruzeiro e Palmeiras ou Bahia, irão descobrir quem realiza o primeiro jogo em casa e quem decide a vaga para a final em seus domínios. 

A definição do último semifinalista acontecerá nesta quinta-feira (16) no duelo entre Palmeiras e Bahia, às 19h15, no Allianz Parque, em São Paulo (SP). Vale ressaltar que o sorteio será transmitido ao vivo pela CBF TV. 

Tite divulga convocados da Seleção nesta sexta-feira

A espera vai ter fim. Nesta sexta-feira, às 11h, o técnico Tite vai anunciar a sua primeira lista de convocados para a Seleção Brasileira desde a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Em coletiva de imprensa na sede da CBF, no Rio de Janeiro, o comandante da Seleção Brasileira divulgará os jogadores que farão parte dos confrontos amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, nos dias 7 e 11 de setembro, respectivamente. O anúncio será transmitido pelo site oficial da entidade.

O duelo contra os EUA será em Nova Jersey, com início marcado para as 21h05 (horário de Brasília). Quatro dias depois, a seleção enfrenta El Salvador em Washington, às 21h30 (também de Brasília). As duas partidas marcam o começo do novo ciclo da Seleção Brasileira, de olho na Copa do Mundo do Catar, em 2022. Antes disso, ainda há a Copa América de 2019, que será disputada no Brasil. Na última vez que a Canarinho disputou o torneio dentro de casa, em 1989, acabou campeã, derrotando o Uruguai na final.

A comissão técnica de Tite tem viajado por todo o Brasil para observar possíveis convocados para a Seleção. Fica a expectativa para a lista desta sexta-feira. Quem serão as novidades? Quem voltará a ser convocado? Para saber essas respostas, é só ficar de olho no anúncio de Tite.

Lula lidera pesquisa para presidente em Pernambuco

Na pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), divulgada em parceria com a Folha de Pernambuco, o ex-presidente Lula (PT) lidera, em Pernambuco, a disputa para a Presidência da República com 55% das menções. Na segunda colocação, Jair Bolsonaro (PSL) registra 13%, seguido por Marina Silva (Rede), 7%; Ciro Gomes (PDT), 4%; e Geraldo Alckmin (PSDB), 3%. O senador Alvaro Dias (Podemos) obteve 2% das intenções, e João Amoêdo (Novo) e Vera Lúcia (PSTU) registraram 1%, cada. O ex-ministro Henrique Meirelles (MDB), Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (PDC) não pontuaram na amostragem. Os brancos, nulos ou “nenhum” somam 10%, e os entrevistados que não sabem em quem vão votar ou não responderam são 4%.

O levantamento também questionou os eleitores sobre as intenções de votos em um cenário com o ex-ministro Fernando Haddad(PT) como candidato, sendo apoiado por Lula. 

Nesse panorama, o petista aparece na frente, com 27% das menções. Sem Lula, Marina Silva sobe para 15% das intenções de votos, em um empate técnico com Bolsonaro, 14%. 
Considerando a candidatura de Haddad, apesar de Marina ocupar o segundo lugar na pesquisa, quem herda mais votos do ex-presidente é Ciro Gomes, que sobe para 9%. Outro dado que chama atenção é o percentual de votos brancos e nulos, que aumenta significativamente para 20% sem candidatura de Lula.

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 13 de agosto, por telefone, ouvindo 800 pessoas, definindo cotas de sexo, idade, localidade, instrução e renda. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,45%. Como manda a lei, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os números de protocolo BR-06973/2018 e PE-07336/2018.

Folha de Pernambuco

Corinthians vence Chapecoense outra vez e avança na Copa do Brasil

O desempenho diante da Chapecoense não empolgou, mas a vitória por 1 a 0 nesta quarta-feira (15) garantiu ao Corinthians a vaga na semifinal da Copa do Brasil. No jogo de ida, a equipe venceu pelo mesmo placar.

Na próxima fase, o time alvinegro encara o Flamengo, que venceu o Grêmio por 1 a 0, no Maracanã, e também avançou na competição. A partida de ida havia sido 1 a 1.

Segundo o calendário da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), as semifinais estão previstas para os dias 12 e 26 de setembro.

No único jogo deste ano entre os dois clubes de maior torcida do país, o Flamengo levou a melhor. Com gol de Felipe Vizeu, o rubro-negro carioca venceu o Corinthians por 1 a 0, em confronto válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Candidatos à Presidência têm patrimônio somado de R$ 834 milhões


Os presidenciáveis João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) possuem os maiores patrimônios entre os 13 candidatos que vão disputar o cargo em outubro.

Amôedo declarou bens que somam R$ 425 milhões, e Meirelles, R$ 377,5 milhões. Os 13 candidatos, somados, possuem bens de R$ 833,7 milhões.

Veja quanto declarou cada candidato (os dados referentes a campanhas anteriores não estão atualizados pela inflação):

Lula (PT)

Declaração de bens 2018: R$ 7.987.921,57

Declaração anterior (2006): R$ 839.033,52

Jair Bolsonaro (PSL)

Declaração de bens: R$ 2.286.779,48

Declaração anterior (2014): R$ 2.074.692,43

Marina Silva (Rede):

Declaração de bens: R$ 118.835,13

Declaração anterior (2014): R$ 181.019,32

Ciro Gomes (PDT):

Declaração de bens: R$ 1.695.203,15

Declaração anterior (2006): R$ 426.840,92

Geraldo Alckmin (PSDB):

Declaração de bens: R$ 1.379.131,70

Declaração anterior (2014): R$ 1.069.498,27

Alvaro Dias (Podemos):

Declaração de bens: R$ 2.889.933,32

Declaração anterior (2014): R$ 2.912.001,70

Henrique Meirelles (MDB):

Declaração de bens: R$ 377.496.700,70

Declaração anterior (2002): R$ 45.077.777,90

Cabo Daciolo (Patriota):

Declaração de bens: Não declarou nenhum

Declaração anterior (2014): R$ 40.000

Guilherme Boulos (PSOL):

Declaração de bens: R$ 15.416

Declaração anterior: não tem

João Amoedo (Novo):

Declaração de bens: R$ 425.066.485,46

Declaração anterior: não tem

Vera Lúcia Salgado (PSTU):

Declaração de bens: R$ 20.000

Declaração anterior (2016): Não declarou

João Goulart (PPL):

Declaração de bens: R$ 8.591.035,79

Declaração anterior: não tem

José Maria Eymael (DC):

Declaração de bens: R$ 6.135.114,71

Declaração anterior (2014): R$ 5.134.884,36

Membro de grupo do WhatsApp é condenado a pagar R$ 40 mil


Um homem foi condenado pela Justiça do Paraná por danos morais após ter divulgado algumas conversas de um grupo de WhatsApp do qual fazia parte. Resumindo: ele deu print em certos diálogos e encaminhou para outras pessoas.

De acordo com o UOL, o caso em questão envolve um ex-funcionário do Coritiba e mais oito membros da diretoria do clube de futebol do Paraná.

O processo refere que, em um grupo no WhatsApp intitulado "Indomáááááável F.C", os membros trocavam mensagens de variados conteúdos, entre eles assuntos sérios, piadas, brincadeiras e também comentários maldosos. O ex-funcionário divulgou fotos e prints de algumas dessas mensagens em 2015, nas redes sociais e na imprensa. Após o compartilhamento das informações, houve uma grave crise institucional no clube.

A acusação afirma no processo que o grupo foi criado para facilitar a comunicação, já que desenvolveram uma "estreita relação de companheirismo e amizade". Dos nove participantes, sete afirmam que eram amigos há mais de dez anos e que mantinham o grupo com o objetivo de "estreitar os laços de amizade".

No entanto, a defesa do ex-funcionário do clube argumentou que ele não detinha qualquer relação de amizade com os demais integrantes e que ele foi adicionado para participar mais de perto das "estratégias políticas e profissionais do clube". Sendo assim, não tinha qualquer dever de confidencialidade nas conversas trocadas.

O ex-funcionário agiu acreditando estar exercendo a sua liberdade de expressão, "com o intuito de informar a coletividade de torcedores sobre a forma de gestão empregada no clube de futebol", diz a defesa.

A decisão do juiz James Hamilton de Oliveira Macedo considerou que a prática do integrante não foi correta e o condenou a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 5.000 para cada um dos integrantes do grupo envolvidos na ação.

O juiz alegou que a conversa no WhatsApp é privada e o conteúdo deve ser mantido apenas entre os membros do grupo. Além disso, a divulgação das mensagens acabou impactando na vida dos envolvidos, pois, na época, dois deles foram demitidos do clube.

"O abuso do direito de informar se deu pela forma como foram divulgadas as notícias, atingindo a imagem pessoal e profissional dos autores", argumentou Macedo.

A reportagem tentou contato com o Coritiba Foot Ball Club e com o ex-funcionário do clube, mas não obteve retorno.

Facebook derruba rede que vendia curtidas e seguidores


O Facebook Brasil anunciou nesta quarta-feira (15) que removeu 72 grupos, 50 contas e cinco páginas de sua rede social por violarem políticas de autenticidade e spam, por encorajar e permitir a obtenção de seguidores e curtidas, e até a troca de páginas, com o objetivo de falsamente ampliar o engajamento em busca de ganho financeiro.

Uma investigação da empresa descobriu que uma entidade identificada como PCSD, baseada no Brasil, usou uma rede de grupos, contas e páginas onde as pessoas podiam comprar e vender reações, seguidores e páginas, violando repetidas vezes os padrões criados para a rede. "Nós não permitimos um comportamento inautêntico coordenado e estamos banindo o PCSD de nossa plataforma."

A companhia foi alertada sobre essa rede pelo Digital Forensic Research Lab, do Atlantic Council, que tem fornecido informações em tempo real ao Facebook sobre ameaças de abusos e campanhas de desinformação. A rede foi detectada durante uma investigação sobre a falsa amplificação de páginas políticas na recente eleição no México.

Apenas no primeiro trimestre deste ano, o Facebook removeu 837 milhões de conteúdos de spam e derrubou 583 milhões de contas falsas em todo o mundo. Com informações da Folhapress.

Flamengo vence o Grêmio no Maracanã e vai à semi da Copa do Brasil

O Flamengo está na semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (15), o time carioca marcou cedo com Everton Ribeiro e depois soube controlar espaços e segurar a pressão do Grêmio em um Maracanã vibrante. Com a vitória por 1 a 0, a equipe de Maurício Barbieri enfrenta o Corinthians na próxima fase do torneio.

A vitória do Flamengo veio graças a uma falha do Grêmio e finalização precisa de Everton Ribeiro. Mas também passa por uma estratégia diferente, controlando o jogo sem a bola. E, claro, pela atuação abaixo do time treinado por Renato Gaúcho.

O Flamengo volta a campo no domingo, quando visita o Atlético-PR, pela 19ª rodada do Brasileirão. O Grêmio atua no sábado, diante do Corinthians, em São Paulo.

Dono de bar oferece doces para atrair e estuprar menina de 6 anos


Um homem foi preso, nesta terça-feira (14), suspeito de estuprar uma menina de 6 anos, no município de Dom Aquino, no Mato Grosso.

De acordo com informações da Polícia Militar, a criança voltava da escola quando o homem, que é dono de um bar, a chamou oferecendo bala. Segundo contou à vítima, neste momento, o suspeito teria aproveitado para cometer o crime.

A mãe da menina disse em depoimento que, ao chegar em casa, a garota apresentou comportamento diferente. Questionada, em um primeiro momento, negou que algo tivesse ocorrido.

No entanto, momentos depois, quando a irmã mais velha foi levá-la ao banheiro, a vítima reclamou de dores na região genital. A mãe, então, conforme o portal G1, voltou a perguntar se estava tudo bem, e a criança detalhou a violência sofrida.

A responsável seguiu para a delegacia e prestou queixa. Policiais saíram em diligência à procura do suspeito, que foi localizado e preso no bar onde ocorreu o crime.

Já a menina foi encaminhada para exames, segundo o Conselho Tutelar, que acompanha o caso.

STF confirma que transexual pode alterar registro civil sem cirurgia


O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou hoje (15) o entendimento que autorizou transexuais e transgêneros a alterarem o nome no registro civil sem a necessidade de cirurgia de mudança de sexo. Com a decisão, a alteração poderá ser feita por meio de decisão judicial ou diretamente no cartório.

Por unanimidade, a autorização já tinha sido dada no dia 1º de março deste ano, quando o Supremo julgou uma ação mais ampla sobre a questão. O caso voltou à pauta em função de outro processo que trata do tema e que ficou pendente de julgamento.

O caso concreto envolvia o recurso de uma transexual contra decisão da Justiça do Rio Grande do Sul, que negou autorização para que um cartório local aceitasse a inclusão do nome social como verdadeira identificação civil. Os magistrados entenderam que deve prevalecer o princípio da veracidade nos registros públicos.

Ao recorrer ao Supremo, a defesa do transexual alegou que a proibição de alteração do registro civil viola a Constituição, que garante a “promoção do bem de todos, sem preconceitos de sexo e quaisquer outras formas de discriminação”.

Antes da decisão do Supremo, transexuais somente podiam adotar o nome social em identificações não oficiais, como crachás, matrículas escolares e na inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por exemplo. Com informações da Agência Brasil.

MC G3 é encontrado morto em casa na Baixada Fluminense


O funkeiro Paulo César da Silva, conhecido como MC G3, foi encontrado morto com três tiros em uma casa na Vila São Luís, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, na noite desta quarta-feira (15).

Os policiais descobriram o crime após apreenderem um celular roubado com suspeitos em Copacabana, zona sul do Rio. Após analisarem o telefone, os Pms encontraram mensagens trocadas entre os criminosos sobre a morte do MC na Baixada Fluminense.

Três menores foram apreendidos e um suspeito preso pelo crime. O local da prisão dos suspeitos não foi informado.

Os quatro suspeitos foram levados à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, responsável pela investigação. Segundo a PM, todos os objetos roubados da vítima foram recuperados.

O funkeiro ficou conhecido com a música "O general chegou" que a torcida do Flamengo adaptou para o atacante peruano Paolo Guerrero. Os torcedores cantavam "acabou o caô, o Guerrero chegou".

Nas redes sociais, fãs do MC G3 postaram mensagens lamentando a morte do cantor dizendo "mais uma lenda do funk se foi", o "funk carioca hoje chora" e "fica com Deus".

Um internauta escreveu "tô ouvindo MC G3 arrepiado, querendo ou não faz parte da caminhada e muitos gostava (sic) do som dele, quem vive de funk sabe a falta que vai fazer". Com informações da Folhapress. 

Santos reverte placar, mas é eliminado da Copa do Brasil nos pênaltis

O Santos conseguiu bater o Cruzeiro, no Mineirão, de virada, por 2 a 1, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, mas saiu com gosto de derrota de Belo Horizonte após falhar na cobrança de pênaltis e ser eliminado com derrota por 3 a 0.

O time mineiro vai encarar na semifinal o vencedor da partida entre Palmeiras e Bahia, que acontece nesta quinta, às 19h15, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. No jogo de ida, em Salvador, os clubes ficaram no empate sem gols.Para conseguir levar o duelo para os pênaltis, a equipe da Vila Belmiro precisou quebrar um jejum de dez jogos sem triunfar. Antes de bater os cruzeirenses a equipe somava quatro derrotas e seis empates.

A última vitória havia sido contra o Fluminense, pelo Brasileiro, no dia 13 de junho, antes da parada da competição para a Copa do Mundo.

O resultado também fez os paulistas quebrarem outro tabu: a última partida em que a equipe havia feito dois ou mais gols tinha sido na goleada sobre o Vitória por 5 a 2, pelo Brasileiro, na Vila Belmiro, no dia 3 de junho.

Na decisão por pênaltis brilhou a estrela de Fábio. Ele pegou as cobranças de Bruno Henrique, Rodrygo e Jean Mota. Lucas Silva, Raniel, David converteram para o Cruzeiro.

PGR protocola pedido de impugnação da candidatura de Lula


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou no início da noite desta quarta-feira (15) impugnação (questionamento) ao registro de candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de presidente da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Em petição encaminhada ao relator do caso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, Dodge afirma que o requerente não é elegível.

Em janeiro de 2018, o ex-presidente foi condenado criminalmente em segunda instância, no âmbito da operação Lava Jato. Segundo a Lei da Ficha Limpa, esse fato retirou dele a capacidade eleitoral passiva.

No documento, a procuradora-geral apresenta certidão emitida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que confirmou a condenação determinada em primeira instância, e aumentou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Com essa decisão, a situação do ex-presidente enquadra-se na lista de condicionantes de inelegibilidade prevista na Lei Complementar 64/1990, considerando a redação dada pela Lei da Ficha Limpa (135/2010). Segundo o texto legal, não podem se candidatar condenados em decisão proferida por órgão judicial colegiado por crimes de lavagem de dinheiro e corrupção.

Em outro trecho da impugnação, Raquel Dodge lembra que o Tribunal Superior Eleitoral já consolidou o entendimento de que condenações como a do TRF4 são causa de inelegibilidade. De acordo com a Súmula 61 da Corte, o condenado só retoma a capacidade eleitoral passiva oito anos após o término do cumprimento da pena. No caso do ex-presidente, a pena começou a ser cumprida em abril deste ano, após determinação da Justiça Federal.

Por entender que faltam ao pedido os pressupostos de validade e eficácia, o Ministério Público Eleitoral pede ao relator que o registro seja indeferido. Sustenta ainda que não há hipótese de candidatura sub judice.“Disso (da falta de capacidade eleitoral passiva) deve decorrer a rejeição liminar do requerimento, sem qualquer outro efeito jurídico que habilite o impugnado a ser considerado candidato sub judice ou a pretender o financiamento de sua candidatura com recursos públicos, que são destinados apenas a financiar campanhas dos elegíveis”, completou.

Mega-Sena dos Pais pode pagar R$ 7,5 milhões nesta quinta


A Mega-Sena pode pagar R$ 7,5 milhões para quem acertar as seis dezenas do concurso 2.069. Os números serão sorteados nesta quinta-feira (16), às 20h (horário de Brasília), no município de Coribe, na Bahia.

Normalmente, os sorteios ocorrem às quartas e sábados. Mas nesta semana, excepcionalmente, serão três concursos como parte da "Mega Semana dos Pais". O primeiro sorteio ocorreu na terça-feira (14), e segundo será nesta quinta (16) e o último no sábado (18).

Está se sentindo com sorte? As apostas podem ser feitas pela internet ou em qualquer lotérica do país até as 19h (de Brasília). O valor mínimo da aposta é de R$ 3,50.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Eleições 2018: prazo para registro de candidaturas termina nesta quarta


Com o início das campanhas, fica permitido aos candidatos: realizar comícios; carreatas; distribuir material gráfico; fazer propaganda na internet (desde que não paga), cita o 'G1'.

Lula

O PT deve registrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, até esta quarta-feira (15). A candidatura do petista será questionada na Justiça, pois a Lei da Ficha Limpa considera inelegível quem for condenado por órgão colegiado, como é o caso do ex-presidente.

Mudanças no TSE

A ministra Rosa Weber vai assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira (14) e deve ditar as regras durante as eleições.

Calendário eleitoral

15/8 - Limite para os partidos e as coligações apresentarem junto à Justiça eleitoral o requerimento de registro de candidaturas.

16/8 - Passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na internet (desde que não paga), entre outras formas.

31/8 - Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

9/9 - A primeira parcial da prestação de contas deve ser enviada para a Justiça Eleitoral.

17/9 - Data limite para a Justiça julgar todos os pedidos de registro de candidatos que vão concorrer ao pleito.

22/9 - A partir desta data, nenhum candidato pode ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.

2/10 - Nenhum eleitor pode ser detido ou preso a partir desta data, salvo em flagrante delito, em caso de sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto.

4/10 - Data-limite para a realização de debates no rádio e na televisão. Também termina a propaganda política feita através de comícios.

6/10 - Data-limite para a distribuição de material gráfico e promoção de caminhadas, carretas, passeatas ou carros de som. Também é o último dia para o TSE divulgar comunicados e instruções ao eleitorado.

7/10 - Primeiro turno das eleições.

28/10 - Segundo turno das eleições.

Spotify vai permitir que usuários gratuitos evitem propagandas


O Spotify está testando um novo formato de anúncio no seu serviço de streaming que vai permitir que os usuários da versão gratuita sejam capazes de evitar anúncios que não sejam do seu interesse.

A ideia do Spotify é criar a versão para anúncios (seja em música, seja em vídeo) das Descobertas da Semana, afinando o algoritmo de forma a mostrar apenas os anúncios que sejam do interesse dos usuários.

Segundo o site The Verge, o Spotify adianta que de momento o formato de anúncio se trata apenas de um teste e que não há indicação que venha a ser implementado na versão final.

No momento a única forma de evitar anúncios no Spotify é se inscrever no serviço premium.

CNH poderá ser renovada sem que o motorista precise ir ao Detran

O presidente Michel Temer estuda editar uma medida antes da eleição para facilitar a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A ideia é possibilitar que o condutor mantenha o mesmo documento até completar 55 anos, com atualizações esporádicas apenas dos exames médicos. O texto está em análise no Ministério das Cidades, que está elaborando um estudo sobre o tema por meio do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e ainda não chegou formalmente ao Palácio do Planalto.

Ao Broadcast Político, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, disse que deseja encaminhar o texto ao Planalto o quanto antes. "O meu desejo é para ontem", afirmou. Ele contou que o presidente Temer determinou que ele buscasse medidas para "simplificar e facilitar a vida dos brasileiros", mas "sem colocar em risco a vida dos usuários e das pessoas".

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério das Cidades, os estudos sugerem que a CNH seria emitida pela primeira vez a partir dos 18 anos com todos os procedimentos atuais mantidos. Somente os exames médicos, que já são obrigatórios, teriam de ser atualizados a cada cinco anos, sem necessidade de troca do documento e ida a qualquer órgão governamental.

Depois dos 55 anos, a periodicidade dos exames cairia para dois anos e meio e também seria preciso renovar o documento. Após os 70 anos, os exames e a renovação seriam feitos anualmente. Os exames, nestes casos, poderiam ser feitos em uma rede médica credenciada pelo Denatran em cada cidade do País.

O objetivo da medida, segundo o Ministério das Cidades, é "simplificar a vida dos usuários do trânsito brasileiro adotando medidas que mantém a segurança de motoristas e pedestres". Ainda de acordo com a pasta, o procedimento é adotado em "dezenas de países em todo o mundo".

Em março, o governo voltou atrás sobre uma norma que endurecia as regras para a renovação da CNH. Pelo texto, que acabou revogado, os motoristas precisariam fazer um curso teórico e uma prova, além do exame médico. A resolução também previa que o motorista deveria fazer duas balizas para tirar a primeira CNH e estabelecia que a carteira para motociclistas passaria a exigir exames nas ruas. Com informações do Estadão Conteúdo. 

Após três anos, Eduardo Baptista volta ao comando técnico do Sport


Na tarde desta quarta-feira(15), foi oficializada a contratação do técnico Eduardo Baptista no rubro-negro pernambucano.

Mais informações no Blog do Anderson Batista no link abaixo :

https://andersonbatista-pe.blogspot.com/2018/08/apos-tres-anos-eduardo-baptista-volta.html

Entenda o passo a passo para pedir registro e contestar uma candidatura



Termina às 19h desta quarta-feira (15) o prazo para que os partidos peçam à Justiça Eleitoral o registro de seus candidatos. Para candidatos a presidente e vice-presidente da República as solicitações devem ser feitas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Embora seja usual dizer que os partidos farão o registro da candidatura, na verdade o que eles fazem  é um pedido de registro, que depende da análise da Justiça Eleitoral. No caso de candidatos a presidente, os ministros do TSE podem deferir ou indeferir o pedido de registro.

No final desta tarde, o PT deverá pedir o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que potencialmente se enquadra na Lei da Ficha Limpa. O petista foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). Ele cumpre pena em Curitiba e nega os crimes.

A partir da apresentação dos pedidos de registro de candidatura, o TSE publicará um edital com todos os nomes e abrirá um prazo de cinco dias para que o Ministério Público Eleitoral ou adversários (candidatos, partidos e coligações) apresentem impugnações.

Diferentemente do que se costuma dizer, impugnar significa apenas contestar, questionar uma candidatura. Não quer dizer que ela já está barrada (indeferida). Para que isso ocorra, há um trâmite que a Justiça segue.

Após a impugnação, o TSE deve notificar o candidato alvo do questionamento, aguardar manifestação do Ministério Público, abrir prazo de sete dias para a defesa, mais cinco dias para eventuais audiências (o que é incomum em processos do tipo) e, por fim, conceder cinco dias para a entrega das alegações finais.

O julgamento do pedido de registro de candidaturas, no caso de postulantes à Presidência da República, é realizado no plenário do TSE, composto por sete ministros. Pode haver recurso no âmbito do próprio TSE (que costuma ser julgado em até uma semana).

Conforme o calendário eleitoral, o dia 17 de setembro será a "data em que todos os pedidos de registro de candidatos a presidente e vice-presidente da República, inclusive os impugnados e os respectivos recursos, devem estar julgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, e publicadas as decisões a eles relativas". Também esse dia será o limite para os partidos substituírem seus candidatos.

Por último, o candidato que teve o pedido de registro indeferido no TSE pode recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal). Para o recurso ao Supremo ser admitido, é preciso que a defesa aponte inconstitucionalidades no processo.

Nesta terça-feira (14), a ministra Rosa Weber, do STF, tomou posse como presidente do TSE, em substituição a Luiz Fux. Ela comandará as sessões em que o pedido de registro de candidatura de Lula será julgado.

Questionada por jornalistas sobre dar celeridade ao processo, Rosa respondeu que seguirá os prazos legais.

"Eu sempre digo que o direito tem o seu tempo, tem ritos, fórmulas. No caso de qualquer dos candidatos que venha a encaminhar seu pedido de registro nós vamos observar estritamente os termos da lei. A lei prevê prazos, e esse vai ser o nosso caminho", disse.

Perguntada sobre se o TSE deve atuar para evitar que um candidato inelegível apareça na urna, a ministra reforçou o que havia dito.

"O que vamos fazer, repito, é observar os ditames da lei. No caso de registro de candidatura, ele se encerra amanhã [nesta quarta], às 19h do dia 15. Aí tem um rito, nós vamos publicar um edital, pelo prazo de cinco dias, e poderá haver impugnação, seja pelo Ministério Público, seja por candidato, partido ou coligações", afirmou.

Em resposta a uma terceira pergunta dos jornalistas, Rosa disse que, se não houver impugnação a uma determinada candidatura -o que, no caso de Lula, é muito improvável-, o TSE pode indeferir o pedido de registro de ofício –ou seja, sem ser provocado.

"Se não houver [contestação], há resolução no TSE de que pode haver o exame de ofício. Não será impugnação, será um indeferimento de ofício à compreensão de que não estão presentes ou as condições de elegibilidade ou [está presente] alguma causa de inelegibilidade. Eu estou falando em tese e observados os termos legais. Agora, cada caso é um caso", afirmou. Com informações da Folhapress.

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Boa Noite Torcedor #15


Programa voltado a torcida de Pernambuco,mas falamos de futebol em geral. O Boa Noite Torcedor vai ao ar de segunda a sexta-feira, sempre às 19 horas no site da Vicência FM e pelo App.

Santa Cruz e Náutico treinam visando o mata-mata na Série C do Campeonato Brasileiro, e a saga do Sport pra contratar o comodante para o time,


A você que não ouviu ou quer ouvir novamente, é só clicar aqui para ouvir!

Acesse : www.radiovicencia.top ou nos acompanhe no App da rádio Vicência Fm.


CLIQUE AQUI PARA OUVIR

Sugestôes e Parcerias nos contate pelo : (81) 9 9743-0756.

Temer sanciona hoje lei de proteção de dados


Após oito anos de discussão, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais brasileira deve finalmente ser sancionada pelo presidente Michel Temer nesta terça-feira, 14. O texto, aprovado em julho pelo Senado, no entanto, só deve entrar em vigor em fevereiro de 2020.

A lei cria um marco legal para a proteção de informações pessoais de brasileiros, como nome, endereço, e-mail, idade, estado civil e situação patrimonial. A legislação é baseada em leis internacionais de proteção de dados e tem como principal inspiração as regras de privacidade recentemente estabelecidas na União Europeia (GDPR, na sigla em inglês).

Agora, para uma empresa ter acesso a dados, será preciso o consentimento dos usuários para o fim específico de como as informações deverão ser usadas. A legislação também obriga que empresas ou órgãos públicos excluam os dados após o fim da relação com cada cliente.

Outra novidade é que a legislação obriga que empresas digam quais dados pessoais estão em sua posse quando isso for solicitado por brasileiros. Informações de crianças e adolescentes também estão mais protegidas e só podem ser usadas com consentimento dos pais ou de responsáveis legais.

Autoridade

A lei, porém, não deve ser aprovada integralmente. O Estado apurou que Temer deve vetar o artigo 53, que cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). Formada por membros do governo, de empresas, da academia e da sociedade civil, a autoridade seria vinculada ao Ministério da Justiça e teria a função de fiscalizar o que está previsto na lei, além de aplicar sanções e multas para quem desrespeitá-la.

O problema é que, para analistas, a ANPD não poderia ser criada após a sanção da lei porque o projeto tem um "vício de origem". Nessa teoria, a criação da autarquia seria inconstitucional porque o Legislativo não pode criar órgãos que gerem despesas para o executivo - algo complexo em tempos de crise fiscal e no cenário pré-eleições.

Bruno Bioni, pesquisador da Rede Latino-americana de Estudos em Vigilância, Tecnologia e Sociedade (Lavits), lamenta a possibilidade de a nova agência não existir. "A legislação é indispensável, mas ela só pode ficar de pé com um órgão que garanta a aplicação da lei", disse.

Segundo fontes ouvidas pelo Estado, caso o veto se confirme, a ANPD poderá ser criada por meio de medida provisória ou de um novo projeto de lei - com preferência para o primeiro método.

Há ainda quem não descarte que o tema fique "em banho-maria", sendo mais uma pendência a ser resolvida para o próximo presidente. Com informações do Estadão Conteúdo.

Saiba como ter acesso gratuito a medicamentos

Ministério da Saúde disponibiliza à população, de forma gratuita, diversos medicamentos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes que precisam de tratamento para doenças como asma, hipertensão, osteoporose, glaucoma, rinite e diabetes, por exemplo, podem, de maneira simples, ter acesso aos remédios por meio dos centros de saúde da sua cidade.

Saiba como adquirir

Acesse a relação de fármacos e veja se o remédio que o médico prescreveu está na lista: Grupo 1, Grupo 2 e Grupo 3.

Tenha o Cartão Nacional de Saúde (CNS) em mãos. O cidadão que ainda não possui o cartão pode fazer um pré-cadastro e gerar um protocolo de atendimento no Portal Saúde do Cidadão. Pelo site, o usuário pode consultar o cadastro, imprimir o cartão, verificar o Registro de Ações e Serviços de Saúde. Contudo, o Ministério da Saúde reforça que, mesmo sem o cartão, o paciente pode ter acesso aos remédios.

Compareça até a farmácia do Centro de Saúde mais próximo com o CNS, documento de identificação e a receita médica (SUS ou particular) e solicite a medicação. Pode ser retirada pelo usuário ou responsável legal (com apresentação da carteira de identidade).

Investimento

Neste ano, o orçamento da Assistência Farmacêutica para a aquisição de medicamentos foi de aproximadamente R$ 19,4 bilhões. O Bloco de Financiamento da Assistência Farmacêutica se divide em três componentes: básico, estratégico e especializado, além do Programa Farmácia Popular.

O básico se destina à aquisição de medicamentos e insumos para o programa de Atenção Básica à Saúde. O armazenamento, controle de estoque, prazos de validade, distribuição e dispensação são de responsabilidade dos estados, do Distrito Federal e municípios. Mensalmente, os recursos federais são repassados do Fundo Nacional de Saúde para os fundos estaduais e municipais; os estratégicos são fármacos adquiridos pela pasta e distribuídos aos estados e municípios. São para o combate ao tabagismo, para alimentação e nutrição, tratamento de tuberculose, hanseníase, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), Síndrome da imunodeficiência Adquirida (AIDS), entre outros; e, por último, o componente especializado garante ao cidadão o acesso aos medicamentos que são mais caros.

A Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) — lista que estabelece os medicamentos que precisam atender às necessidades de saúde prioritárias — contém 972 itens.

Farmácia Popular

No programa, o cidadão tem acesso a medicamentos dispensados nos estabelecimentos particulares credenciados no Farmácia Popular. Segundo o Ministério da Saúde, até abril de 2018, mais de 43 milhões de pessoas foram atendidas pelo programa, que conta com um total de mais de 31 mil estabelecimentos em 4.389 municípios brasileiros. São disponibilizados 42 produtos, sendo 26 gratuitamente e o restante com descontos que chegam até 90%. Com informações do Portal Brasil. 

SÉRIE C: Confrontos das quartas definidos e últimos rebaixados confirmados


Terminou neste sábado a primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro. Oito clubes seguem vivos na briga pelo acesso e se enfrentam nas quartas de final. Pelo Grupo A avançaram: Náutico, Atlético Acreano, Santa Cruz e Botafogo-PB. Pelo Grupo B: Botafogo-SP, Operário-PR, Cuiabá e Bragantino.

Como ficou na liderança do Grupo A, o Náutico enfrentará o Bragantino, quarto colocado do Grupo B. O Atlético Acreano joga contra o Cuiabá. Em terceiro, o Santa Cruz desafia o vice-líder Operário-PR. Por fim, duelos de Botafogo, o de São Paulo contra o da Paraíba.

Como tiveram as melhores campanhas da primeira fase: Náutico, Atlético Acreano,Botafogo-SP e Operário-PR decidem a classificação e consequentemente o acesso em casa. A tendência é que os jogos aconteçam nos próximos dois finais de semana.


A rodada também definiu os rebaixados. Pelo Grupo A, o Juazeirense, quem empatou com o Botafogo-PB por 2 a 2, se juntou ao Salgueiro, que teve a queda decretada na última rodada. Pelo Grupo B, o companheiro do Joinville foi o Tupi, goleado por 5 a 1 pelo Ypiranga.

Confira os confrontos das quartas de final:

Náutico x Bragantino
Atlético-AC x Cuiabá
Operário-PR x Santa Cruz
Botafogo-SP x Botafogo-PB

FGTS distribuirá R$ 6,23 bi entre trabalhadores


Trabalhadores com conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) receberão rendimento extra de 1,72% pelo lucro que o próprio Fundo obteve com investimentos no ano passado. Na média, o rendimento extra representa R$ 38 para cada uma das 258 milhões de contas.

O dinheiro começa a ser depositado nesta terça-feira, 14, e todas as contas terão o recurso extra até o dia 31 de agosto. Devem ser beneficiadas 90,7 milhões de pessoas.

A remuneração extra é resultado da partilha do lucro do Fundo no ano passado. Segundo os gestores do FGTS, o resultado somou R$ 12,46 bilhões, sendo que R$ 6,23 bilhões serão divididos com os próprios trabalhadores.

Esse é o segundo ano em que metade do lucro do FGTS é distribuído entre os trabalhadores e que o rendimento total fica acima da inflação.

O FGTS investe em diversas operações financeiras, como títulos públicos, financiamento de projetos de infraestrutura e no Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS), entre outras.

Se levar em conta a atualização mensal já paga durante os meses do ano passado, as contas do Fundo tiveram remuneração total de 5,59% no acumulado de 2017. O porcentual, destaca a Caixa, foi praticamente o dobro da inflação oficial do período, de 2,95%.

Cotistas poderão consultar o valor recebido a partir de 31 de agosto no site da Caixa ou através do aplicativo para telefones celulares. Com informações do Estadão Conteúdo.

Boa Noite Torcedor #14

Programa voltado a torcida de Pernambuco,mas falamos de futebol em geral. O Boa Noite Torcedor vai ao ar de segunda a sexta-feira, sempre às 19 horas no site da Vicência FM e pelo App.

Náutico e Santa Cruz avançam na Série C, e o Sport continua sem vencer após a parada da copa, a derrota da vez foi contra o São Paulo na Ilha do Retiro.

Claudinei agora é ex técnico do Sport, e o dilema é encontrar um profissional que queira ir para o rubro negro pernambucano que não vive uma boa situação.


A você que não ouviu ou quer ouvir novamente, é só clicar aqui para ouvir!

Acesse : www.radiovicencia.top ou nos acompanhe no App da rádio Vicência Fm.



CLIQUE AQUI PARA OUVIR

Sugestôes e Parcerias nos contate pelo : (81) 9 9743-0756.

sábado, 11 de agosto de 2018

Instagram receberá filtros de maquiagem em realidade aumentada


O Facebook e a L’Oreal anunciaram uma parceira que levará à criação de filtros em realidade aumentada que permitirá aos usuários terem demonstrações de maquiagem da marca francesa.

Segundo a Reuters, os filtros estarão disponíveis no Instagram, mas ainda não há data de lançamento. No entanto, Mark Zuckerberg já antecipou que será em breve. Além da L’Oreal, também farão parte da novidade a Lancome, a NYX, a Urban Decay e a Yves Saint Laurent.

Após mortes na Índia, WhatsApp cria equipe para combater fake news


O WhatsApp teria informado ao governo indiano que vai montar uma equipe no país para combater notícias falsas. A empresa estaria buscando um líder, para escolher os integrantes desse grupo.

No entanto, ainda não é claro como o WhatsApp, uma plataforma criptografada de ponta a ponta, pretende combater a disseminação de notícias falsas. De acordo com o TecMundo, especialistas acreditam que a empresa esteja trabalhando em uma agência de checagem de fatos própria para conferir links e imagens compartilhadas com frequência entre usuários que permitam monitoramento desses conteúdos.

O esforço da empresa no combate de fake news foi motivado pela morte de 30 pessoas na Índia, que fez com que o ministro indiano para ciência e tecnologia cobrasse ações do app para combater esse tipo de conteúdo. Se a plataforma não tomar providências, poderá ser responsabilizada por possíveis novas mortes.

O aplicativo lançou recentemente novos recursos que ajudam os usuários a identificar conteúdos suspeitos. Agora, sempre que alguém encaminha alguma foto, link ou mensagem, o receptor da mensagem é avisado de o conteúdo não foi formulado pelo usuários, mas sim encaminhado.

Uma nova funcionalidade deve ser disponibilizada em breve. O mensageiro vem testando um novo recurso para verificar links suspeitos e impedir que seus usuários caiam em golpes.

Ainda não se sabe quais os planos do WhatsApp para combater fake news e golpes no Brasil.

MEC prorroga inscrição para estudantes do Fies no 2º semestre


Sem conseguir sanar por completo a falha que barrou a inscrição de estudantes do Fies (Financiamento Estudantil) do segundo semestre, o MEC ampliou o prazo para o grupo afetado pelo problema.

Agora, os estudantes têm até o dia 17 deste mês para garantir uma vaga na universidade pelo programa federal. O prazo vencia nesta sexta-feira (10).

O erro nos sistemas do ministério atingiu uma leva de beneficiados pelo Fies que tiveram as inscrições postergadas do primeiro para o segundo semestre deste ano.

Para não perder o financiamento, os estudantes precisam atualizar os cadastros na página do Fies na internet, fase em que eles não conseguiram concluir no prazo estipulado pela pasta da educação do governo federal devido ao erro.

Assim que a fase cadastral é concluída, os dados do estudante seguem para análise na universidade na qual ele vai estudar. Se tudo estiver certo, o último passo é ir ao banco e contratar o crédito do Fies.

Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou que uma varredura feita pelo ministério identificou 679 estudantes impedidos de entrar no sistema do programa até a última quarta (8). Nesta sexta, ainda havia 92 pessoas nesta situação.

O MEC só reconheceu a falha após ser procurado pela Folha, que precisou enviar o nome completo e o CPF de uma das estudantes afetadas pelo problema. Ao todo, a reportagem teve acesso a um grupo de 29 pessoas barradas no sistema do Fies.

Até esta sexta, 12 delas continuavam com os cadastros bloqueados, 14 conseguiram complementar a inscrição e outras três cancelaram participação no processo regular para tentar uma vaga no remanescente, segundo o MEC.

Mariana de Araújo, 20, é uma das alunas prejudicadas pelo erro. A estudante diz que entrou com um mandado de segurança na Justiça para não perder a vaga em medicina na Cesmac (Centro Universitário de Maceió). "Esse novo prazo de inscrição dá um alívio, mas eu vou continuar com o meu mandado de segurança ativo até a minha situação ser resolvida", disse.Mariana conseguiu a vaga em medicina na instituição alagoana com pontuação obtida no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em abril deste ano, dois meses depois do início das aulas. Para não ser prejudicada pelo excesso de faltas, a faculdade resolveu prorrogar a entrada dela apenas para o segundo semestre.

A estudante obteve 100% do teto de financiamento para seu curso pelo Fies porque todos os membros de sua família não ganham mais do que 1,5 salário. Sem o Fies, diz Mariana, seria impossível pagar os cerca de R$ 7.000 de mensalidade. Ela também ficou isenta de pagar juros.

OUTRO LADO

O MEC informou à reportagem da Folha por meio de nota que vai trabalhar junto às instituições de ensino superior parceiras para corrigir todos os erros que ainda impedem os estudantes de complementar os dados no Fies.

O ministério lembrou que o estudante barrado agora no Fies também pode ter tido a inscrição validada apenas para o primeiro semestre de 2019.

A orientação é procurar a universidade e verificar o status da vaga. "As faculdades são donas da vaga e têm autonomia para prorrogar seu preenchimento por até dois semestres seguintes", afirma.

"O MEC coloca à disposição o 0800-616161 para que os estudantes entrem em contato e tirem dúvidas sobre o processo ou registrem alguma dificuldade", finaliza.

NOVO FIES

O Fies mudou de cara neste ano e passou a financiar valores mais altos. O teto de financiamento saiu de R$ 30 mil para R$ 42.983 por semestre.

O programa também passou a custear pelo menos 50% das mensalidades dos alunos que firmarem contrato em universidades de todo o país. Com os novos limites, cursos com mensalidades de R$ 7.000, como os de medicina, passaram a ser financiados em até 100%.

Outro passo dado foi a garantia de um financiamento mínimo por estudante, que passou a ser o de 50% do valor da semestralidade. Os percentuais são definidos de acordo com a renda familiar do estudante e o custo mensal pago à instituição de ensino superior.

Dados do MEC mostram que já houve casos em que o universitário teve 8% do valor mensal aprovado pelo Fies, o que muitas vezes inviabilizava o pagamento do restante da mensalidade e incentivava e evasão dos cursos. Das 310 mil vagas anunciadas para 2018, com orçamento previsto de R$ 19,3 bilhões, 155 mil contratos estão disponíveis para o segundo semestre.

Com informações da Folhapress.

Postos abrem para vacinar contra pólio e sarampo neste sábado


Para estimular a vacinação contra sarampo e pólio, neste sábado estarão abertos 76 postos de saúde na capital, que funcionarão em esquema de plantão. Ficarão disponíveis UBSs (unidades básicas de saúde) e AMAs (assistências médicas ambulatoriais) distribuídas em todas as regiões, menos o centro.

A campanha começou de maneira antecipada no último sábado, em todo o estado, e segue até o dia 31.

Na região metropolitana, o público alvo é de 1,08 milhão de crianças com idade entre um ano e cinco anos incompletos. No estado de São Paulo, esse contingente é de 2,2 milhões. A meta estipulada pelo Ministério da Saúde é atingir pelo menos 95% dessas crianças.

No próximo sábado haverá um Dia D nacional da campanha, com praticamente todos os postos de saúde abertos na capital para fazer a imunização.

A primeira semana da campanha na capital somou mais de 262 mil vacinas aplicadas, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, sob a gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB).

Até esta quinta, foram administradas 132.706 doses contra pólio e 129.976 da vacina tríplice viral, que inclui imunização, além do sarampo, também para caxumba e rubéola.

No estado, segundo a Secretaria de Saúde da gestão Márcio França (PSB), mais de 25% das crianças paulistas foram vacinadas na primeira semana da campanha. Foram aplicadas 1.130.333 doses de ambas as vacinas, sendo 569.904 contra pólio e 560.429 no combate ao sarampo. As duas vacinas são contraindicadas para pessoas que apresentam imunodeficiência congênita ou adquirida, como portadores de câncer e submetidos a transplantes de medula. Também não são indicadas para infectados por HIV.

Não há registro de casos de paralisia infantil no estado de São Paulo há 30 anos e, desde 2000, não existem casos de sarampo contraídos no próprio estado.

Com informações da Folhapress.

Wagner Moura processa MBL por danos morais após post em rede social



O ator Wagner Moura, 42, entrou com uma ação na justiça contra o MBL (Movimento Brasil Livre) por danos morais. Ele pede uma indenização no valor de R$ 50 mil. O motivo é uma postagem que o grupo fez no Facebook, em que insinua que o ator recebeu dinheiro via Lei Rouanet para fazer vídeos com o objetivo de defender a então presidente Dilma Rousseff. 

O post foi publicado em 30 de março de 2016, antes do impeachment de Dilma, e mostra uma foto de Moura com a seguinte frase: "Wagner Moura, captando R$ 11,5 milhões pela Lei Rouanet, fará vídeos defendendo o governo Dilma".

No processo, os advogados de Moura argumentam que o MBL cometeu os crimes de calúnia, injúria e difamação, "atingindo de forma certeira e sem qualquer piedade o nome e a imagem" do ator.

Na ação, os advogados do ator afirmam que a postagem tem potencial "devastador", já que teve mais de 20 mil curtidas, 31 mil compartilhamentos e 3.000 comentários. O MBL é um grupo político de direita, que ficou conhecido durante os protestos pelo impeachment de Dilma.

Segundo Paulo Petri, advogado de Moura, o processo é do ano passado, mas está parado, porque até agora a justiça do Rio não conseguiu intimar representantes do movimento. "Há uma dificuldade para encontrar pessoas do grupo para assinar a intimação", afirma.

O escritório dele também defende, em casos semelhantes, outras personalidades que foram alvo de postagens do MBL, como o músico Tico Santa Cruz e o escritor e humorista Gregório Duvivier. "Esse grupo utiliza, com certa frequência, os seus espaços virtuais, para atacar pessoas que não têm a mesma opinião política deles", diz. Os três artistas foram contrários ao impeachment da presidente. 

Petri acrescenta que a intenção de Moura é combater a sensação de impunidade que existe hoje na internet. "O Wagner não tem essa postura de sair processando todas as pessoas que o agridem nas redes sociais. Mas neste caso, ultrapassou-se o limite do ponderável, porque essa publicação do grupo viola a intimidade, a honra e a vida privada dele."

Procurado pela reportagem, o MBL informou que não foi intimado sobre o processo e, por isso, não tem como se pronunciar sobre o assunto.  No final de julho, o Facebook retirou uma rede composta por 196 páginas e 87 perfis na rede social por, segundo a empresa, violar severamente as suas políticas de autenticidade. Dentre elas, estão quatro páginas do MBL, segundo divulgado pelo MPF (Ministério Público Federal) em Goiás. Com informações da Folhapress.