segunda-feira, 9 de abril de 2018

Após chuvas, Barragem de Jucazinho começa a acumular água

As chuvas deste fim de semana contribuíram para a recuperação da Barragem de Jucazinho, no Agreste. De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o manancial conseguiu acumular, neste final de semana, 1,9% de sua capacidade total, o que corresponde a um volume de 6,2 milhões de metros cúbicos. A barragem tem capacidade para armazenar 327 milhões de metros cúbicos de água.

No entanto, Jucazinho ainda não pode abastecer as cidades. “Estamos acompanhando atentamente as precipitações pluviométricas. O manancial ainda está no volume morto. Para liberar para abastecimento, é preciso que chegue ao nível de captação, mesmo assim, estamos avaliando captar água do volume morto através de um flutuante”, explica o diretor de Interior da Compesa, Marconi Azevedo.

Entre sexta-feira (6) e sábado (7), apenas em Santa Cruz do Capibaribe choveu 153 milímetros, o maior índice dos últimos 55 anos. O município é um dos que compõem a Bacia do Capibaribe e que contribuem para o armazenamento de água na Barragem de Jucazinho. O manancial estava sem receber água há um ano e meio e abastecia 15 municípios do Agreste. São eles: Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Riacho das Almas, Passira, Cumaru, Salgadinho, Surubim, Casinhas, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Bezerros e Gravatá, além de distritos e povoados desses municípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário